fbpx

“Vacina” é eleita a palavra do ano pelos brasileiros

O levantamento CAUSE/Instituto de Pesquisa Ideia mostra, ainda, que, para definir o ano de 2022, “esperança” foi a palavra escolhida por 17% dos entrevistados, seguida por “saúde” e “recomeçar”. Apesar de otimista, a preocupação com a saúde prevalece entre os brasileiros

Em um ano marcado pelo avanço da vacinação contra a Covid-19 em todo o país, a maioria dos brasileiros elegeu “vacina” como a palavra de 2021. É o que revela um levantamento realizado pela Consultoria CAUSE em parceria com o Instituto de Pesquisa IDEIA, especializado em opinião pública.

O termo “vacina” foi escolhido por 22% da população. Em segundo lugar, teve destaque a palavra “esperança”, apontada por 15% dos entrevistados, seguida por “incerteza”, com 11% das preferências.

Esta é a sexta edição do estudo, que tem como objetivo entender o espírito da época, o sentimento dos cidadãos em relação ao ciclo que se encerra e gerar discussões a partir da escolha da palavra.

A pesquisa foi realizada com amostra representativa da população brasileira de 1.200 entrevistas entre os dias 6 e 9 de dezembro. A metodologia de pesquisa quantitativa foi coleta de dados por contato telefônico a partir de uma central CATI (Computer Assisted Telephone Interviewing). As entrevistas são realizadas por uma equipe de entrevistadores contratados, devidamente treinada, com utilização de questionário estruturado. As chamadas são realizadas majoritariamente para telefones celulares. A margem de erro é de 2.85 pontos percentuais para mais ou para menos.

O processo de escolha da palavra do ano passa por três etapas. Primeiro, 15 especialistas, entre jornalistas, publicitários, pesquisadores e acadêmicos que sugerem palavras que, na visão deles, melhor definiram o ano. São nomes como o antropólogo Roberto DaMatta, a psicóloga e líder de recursos humanos Mafoane Odara, o jornalista Sérgio Rodrigues, a escritora Alice Ruiz e a diretora-executiva do Sistema B Brasil, Francine Lemos. Em seguida, sócios e estrategistas da CAUSE combinam os conceitos mais citados pelos especialistas com os itens mais pesquisados nas ferramentas de busca e os mais comentados nas redes sociais.

Alguns exemplos de palavras elencadas como finalistas em 2021: vacina, esperança, fome, morte, desemprego, isolamento, descaso, dentre outras. Por fim, os termos selecionados passaram por votação popular realizada pelo IDEIA.

“A palavra ‘vacina’ não nos surpreende pelo amplo espectro simbólico que ela representa: ela significa ao mesmo tempo esperança, salvação, alívio, ciência para uns, assim como negação para outros”. Independentemente de qualquer julgamento, foi sem dúvida a palavra que pautou a sociedade este ano”, diz Mônica Gregori, Diretora Executiva CAUSE.

“Vacina” foi unanimidade entre os entrevistados em todas as regiões do Brasil, considerando as segmentações de gênero, faixa etária e classe social.

“A vacina foi catalisadora da esperança dos brasileiros e brasileiras em 2021. A simbologia de chegar a vez de ser vacinado alimentou a expectativa de dias melhores para os milhões que aderiram rápido ao processo de vacinação. Não que a vacinação tenha eliminado as incertezas da população brasileira, mas foi um grande passo de auto-estima, saúde e esperança”, destaca o presidente do Instituto de Pesquisa IDEIA, Maurício Moura.

Na região Norte, uma das mais impactadas pela pandemia e com o menor percentual de vacinados, cerca de 27% dos habitantes dos estados do Amazonas, Acre, Roraima, Rondônia, Amapá, Pará e Tocantins disseram que a palavra definiu 2021. Este foi o maior percentual apresentado entre as macrorregiões brasileiras, seguido por Nordeste (23%), Sudeste (22%), Sul (21%) e Centro-Oeste (18%).

O resultado coincide com a palavra do ano eleita pelo dicionário Oxford (de língua inglesa): “vax’”, uma abreviação para vacina que, segundo a publicação, foi usada 72 vezes mais esse ano em relação a 2020.

O levantamento Cause/Instituto de Pesquisa IDEIA mostra, ainda, que, para definir o ano de 2022, “esperança” foi a palavra escolhida por 17% dos entrevistados, seguida por “saúde” e “recomeçar”. Apesar de otimista, a preocupação com a saúde prevalece entre os brasileiros.

Em 2020, a palavra escolhida pelos brasileiros para definir o ano foi “luto”. Em 2019, a população apontou o termo ” dificuldades”.

SOBRE A CAUSE
A CAUSE é uma consultoria que conecta marcas e organizações às causas do nosso tempo a partir de ações de conscientização, engajamento e mobilização de diversos atores da sociedade por meio de estratégias integradas de comunicação, engajamento e advocacy em torno de causas transformadoras; trabalho que visa o aumento do desempenho ESG.
Saiba mais: cause.net.br

Sobre o Instituto de Pesquisa IDEIA
O IDEIA é uma consultoria de opinião pública que realiza análises 360º em qualquer lugar do mundo. Fundado em 2011 pelo economista e PhD. em Economia e Política do Setor Público, Maurício Moura, o grupo IDEIA nasceu com a finalidade de prover inteligência competitiva para empresas, órgãos públicos, associações de classe e campanhas de opinião pública. O IDEIA inova na forma de realizar pesquisas, integrando diferentes fontes de informação: pesquisas telefônicas, presenciais e monitoramento de redes sociais. Toda essa combinação de tecnologias e metodologias ocorrem sob a supervisão e consultoria dos nossos líderes, profissionais altamente reconhecidos por suas capacidades de diagnóstico, inovação e promoção de conhecimento. A união de técnicas tradicionais e modernas com o expertise da nossa equipe já rendeu ao IDEIA inúmeros prêmios nacionais e internacionais. É um reconhecimento da atuação do instituto em diversos projetos pelo mundo.
Saiba mais: https://ideiausa.com/