fbpx

Em meio ao caos político, a causa da semana é a defesa da democracia

A última semana foi marcada pelas repercussões das delações dos principais executivos da JBS, que comprometem a permanência do presidente Michel Temer no comando do Executivo.

Organizações e personalidades se manifestaram de diferentes maneiras. A posição predominante dos diversos setores da sociedade brasileira revela a causa da semana: a defesa dos princípios que regem a democracia.

Em anúncio publicado em jornais na terça-feira (23), a Confederação Nacional das Indústrias (CNI) divulgou um Comunicado à Nação em que cobra compromisso do Congresso e pede serenidade e equilíbrio público para garantir “a estreita observância da Constituição Federal”.

A calma também deu o tom das manifestações, na quarta-feira (24), do Presidente da Câmara dos Deputados<, Rodrigo Maia, ao ser pressionado sobre os pedidos de impeachment de Michel Temer.

No mesmo dia, manifestantes tomaram a Esplanada dos Ministérios e Temer autorizou o uso das Forças Armadas no Distrito Federal – o que causou controvérsia entre especialistas que questionam a legitimidade da ação.

Em entrevista à BBC, o governador do Maranhão, Flávio Dino, defende respeito à democracia e à soberania popular como forma de resolução do conflito. Já a presidente do STF, ministra Carmen Lúcia, pede serenidade, calma e cumprimento da lei.

Em meio à escalada da tensão, editorial do jornal O Globo reforça a defesa da via constitucional como meio de estancar a crise.

Todas essas manifestações deixam claro que a sociedade brasileira está alerta pela garantia das conquistas democráticas das últimas décadas.

Em meio ao caos político, o desafio é manter a responsabilidade em relação ao bem público. Um país da proporção e da importância do Brasil não pode sucumbir à mínima ameaça de supressão de direitos.

Cause

Somos um time multidisciplinar de profissionais das áreas de Administração, Antropologia, Ciência Política, Design, Gestão Pública, Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade. Propomos um olhar integrado a partir dessas competências para promover as causas em que acreditamos.