Uma nova Mariana? Esta imagem mostra por que a proteção ao meio ambiente é a Causa da Semana

Uma mancha nas águas de Barcarena: o vazamento de rejeitos da reserva da empresa Hydro preocupou a comunidade paraense (Foto: Ascom/Semas)

Esta semana, um acidente ambiental deixou claro que ainda não aprendemos com os erros do passado.

Nos últimos dias, uma mancha vermelha contaminou as águas que cobrem a cidade de Barcarena, no Pará – e não foi por falta de aviso.

Com a confirmação de que a norueguesa Hydro Alunorte foi negligente no trato de seu depósito de bauxita, evidenciou-se a previsão de ambientalistas e representantes de comunidades tradicionais da região de que os danos ambientais causados pela empresa vinham sendo ignorados.

Estamos diante de uma nova Mariana?

Para analisar essa situação, propomos PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE como a Causa da Semana.

De acordo com laudo do Instituto Evandro Chagas (IEC), as barragens da mineradora norueguesa não suportam chuvas fortes. Na sexta-feira (23), os ministérios públicos federal e estadual no Pará afirmaram que o depósito opera de maneira irregular.

Não é a primeira vez que a Hydro é alvo de críticas pelos danos causados. Em 2009, o Ibama aplicou três multas contra a  empresa em decorrência de poluição pelo lançamento de rejeitos de mineração no rio Murucupi, em Barcarena (de acordo com reportagem da Amazônia Real).

Treze comunidades ribeirinhas dependem dos recursos naturais das áreas afetadas. O episódio, então, mostra como, mais do que solucionar problemas quando eles batem à porta, é importante fiscalizar melhor nossos recursos naturais e usar nossos erros como forma de evitar que acidentes como esse voltem a acontecer.

Cause

Somos um time multidisciplinar de profissionais das áreas de Administração, Antropologia, Ciência Política, Design, Gestão Pública, Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade. Propomos um olhar integrado a partir dessas competências para promover as causas em que acreditamos.