fbpx

O retorno ao lar

Foi de repente. Em uma semana, todos os problemas relacionados ao Covid-19 aconteciam apenas do outro lado do mundo, há milhares de quilômetros, impelindo a todos se abrigarem dentro de casa, compreendendo a distância como um ato de afeto. 

No Brasil, são mais de 900 casos confirmados e 11 mortes. Números que parecem necessários para relembrar duas das bases mais importantes da vida em sociedade: a solidariedade e a união.

Por isso, para aliviar os impasses desses tempos difíceis, nesta sexta-feira, nossa #CausaDaSemana destaca algumas das iniciativas – tanto de organizações quanto da sociedade civil –  que tem por objetivo gerar impacto positivo em meio a esse cenário de apreensão que toma conta do planeta. Confira:

AS INICIATIVAS DAS ORGANIZAÇÕES

  • O grupo que controla a Louis Vuitton, LVMH, vai produzir álcool gel ao invés de perfumes e distribuí-los para ajudar a combater o coronavírus.
  • O Burger King se comprometeu a doar parte da sua receita do mês de março para o SUS (Sistema Único de Saúde) e auxiliar na prevenção do Covid-19.
  • Empresas liberaram canais, internet e a ampliação da rede de 4G para que a população possa ficar em casa e ainda assim se comunicar pelas redes.
  • Ebay, Walmart, Amazon e outras empresas de vendas online estão banindo vendedores que tentam lucrar com preços abusivos na venda de álcool em gel.
  • A empresa de cosméticos Mary Kay doou mais de 100 mil à Fundação Oswaldo Cruz. O dinheiro permitirá a produção de mais de 5 mil testes rápidos para serem distribuídos em hospitais públicos de todo o país.
  • Empresas como O Boticário e Ambev também estão colaborando com a causa, através da doação de grandes quantidades de álcool gel para instituições de saúde.
  • Empresas de tecnologia oferecem cursos grátis e criam meios de conexão em rede. É o caso da plataforma “Vizinho do Bem”, criada pela Noknox para facilitar a vida dos brasileiros que precisarão manter isolamento social para se proteger do coronavírus.

AS INICIATIVAS DA SOCIEDADE CIVIL

  • O Festival #euficoemcasa, realizado por lives no instagram, reúne, até o dia 22 de março, 78 artistas durante 6 dias de música.
  • O #quarentenafest, que também acontece por meio de transmissões ao vivo, traz diversos convidados para falar sobre dicas de produção de conteúdo, produtividade e positividade em tempos difíceis.
  • Na Itália, banda e cantores se apresentam de suas janelas em casa para tentar combater o sentimento de solidão generalizado no país.
  • Jovens no mundo todo se oferecem para fazer as compras dos idosos e evitar a disseminação do coronavírus entre os mais velhos.

Vale lembrar, no entanto, que nem tudo se resume a colaboração e a empatia. Como tem sido de praxe, nessa situação também há quem negue, mais uma vez, a enxergar os alertas e os dados da ciência. Para eles, o único remédio possível é a empatia.

É preciso que muitas pessoas ainda entendam que quanto antes nos afastarmos, mais cedo poderemos nos encontrar. Ficar em casa no momento é um dos maiores atos de carinho. Que possamos, nos próximos dias, redescobrir o próprio lar como um espaço de permanência e não apenas de passagem. Que haja mais tempo para a reflexão e para a retomada das conexões. Que o tempo afastados sirva, afinal,  para que voltemos a encontrar não só o nosso lado mais produtivo, mas o mais humano. 

Cause

Somos um time multidisciplinar de profissionais das áreas de Administração, Antropologia, Ciência Política, Design, Gestão Pública, Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade. Propomos um olhar integrado a partir dessas competências para promover as causas em que acreditamos.