O que a campanha de Natal da Perdigão tem a nos ensinar sobre Marketing Relacionado à Causa?

por Nathalia Rocha*

A campanha de natal da Perdigão começou com uma boa intenção: a cada chester de natal comprado, outro seria doado a uma família de baixa renda. Até aí, tudo certo. O problema foi o modo como a história foi contada. O comercial de divulgação cai no lugar comum de representar pessoas negras como a “família necessitada” na ceia de Natal e, por outro lado, associar a virtude da caridade a uma família branca.

Em um momento em que se fala sobre representatividade e sobre a responsabilidade das marcas de não reforçar estereótipos e contribuir com o debate sobre diversidade, não passaria batido um discurso que associa negros automaticamente à condição de pobreza. A campanha foi duramente criticada em redes sociais.

Em nota enviada à imprensa, a BRF, dona da Perdigão, afirmou que lamenta que a campanha tenha ofendido seus consumidores e reiterou que esta não foi a intenção.

Mais um episódio que mostra que o Marketing Relacionado à Causa exige responsabilidade e um olhar atento para o que está sendo debatido pela sociedade. Se, por um lado, as pessoas querem que as empresas se engajem com questões sociais e ambientais, por outro, elas não hesitarão em apontar deslizes como esse.

Uma boa dica de evitar problemas quando se quer abraçar causas de forma coerente é começar pela escuta: o que organizações sociais, a imprensa e as pessoas estão falando sobre o tema que se pretende abordar? Aqui na CAUSE, alguns dos métodos que usamos para ajudar marcas a apoiar causas que estejam conectadas a seu propósito são testes de fogo, análise de cenários de risco e entrevistas com diferentes atores desse universo.

No final do dia, embora o Marketing Relacionado à Causa demande alguns cuidados, é tudo uma questão de empatia e responsabilidade. As pessoas querem que as marcas sejam mais engajadas, por que não escutar o que elas têm a dizer?

***

Nathalia Rocha é Jornalista e, além de já ter desenvolvido projetos ligados a diversidade e empoderamento feminino, atualmente estuda o uso das redes sociais para articulação e engajamento político em torno de pautas como feminismo, equidade racial e causa LGBTQIA.

Cause

Somos um time multidisciplinar de profissionais das áreas de Administração, Antropologia, Ciência Política, Design, Gestão Pública, Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade. Propomos um olhar integrado a partir dessas competências para promover as causas em que acreditamos.