#2017EM5CAUSAS: Democracia e Participação Cívica

O ano de 2017 foi marcado pelas mobilizações da sociedade civil. Em meio à descrença da população em relação às instituições tradicionais, chamaram a atenção os exemplos de participação cívica e de defesa da democracia.

A repercussão das delações dos executivos da JBS, que chegaram a abalar a permanência de Michel Temer na presidência, colocaram os princípios democráticos à prova – e, felizmente, o Brasil permaneceu fiel a eles.

Fora do Brasil, não foi bem assim. Conflitos entre poderes na Venezuela e na Polônia mostraram como a democracia pode ser frágil.

Em contraponto aos abusos, a voz da população foi um pilar fundamental em diferentes momentos. Foi graças à mobilização da sociedade que deputados rejeitaram o estabelecimento de um valor fixo para o fundo que financiaria campanhas eleitorais a partir de 2018.

A participação cívica também mostrou sua força na revogação de decreto que acabava com uma área florestal protegida entre os estados do Pará e do Amapá.

Talvez como um dos resultados da demanda popular por mais transparência e ética por parte do poder público, o fim da impunidade foi o tema discutido após prisão do deputado Paulo Maluf.

Reflexo desse cenário político conturbado também foi a eleição de CORRUPÇÃO como a #PalavraDoAno em 2017.

Resta saber quais serão os reflexos dessa causa em um ano de eleições presidenciais.  

Cause

Somos um time multidisciplinar de profissionais das áreas de Administração, Antropologia, Ciência Política, Design, Gestão Pública, Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade. Propomos um olhar integrado a partir dessas competências para promover as causas em que acreditamos.